Aro 26, Aro 27´5 ou Aro 29? E Agora?

Esse é um assunto que ainda dá bastante pano pra manga, cada um defende o seu ponto de vista, cada uma tem uma vantagem sobre a outra. O ideal é encontrar a bike que te deixa confortável, que te dê segurança, que tenha rendimento e te dê prazer nas suas pedaladas.

Aqui vou comentar sobre alguns detalhes que podem te ajudar na hora de decidir qual bike comprar, já que ainda existem várias opiniões diferentes sobre o assunto. Há uns 4 ou 5 anos atrás era bem complicado de encontrar qualquer coisa para uma bike aro 27,5 ou aro 29, atualmente encontra-se de tudo, e em alguns bike shop encontra-se mais para aro 29 do que para aro 26. As aro 27,5 ainda estão mais quietas, mas gradativamente vêem crescendo. Uma coisa é certa, elas estão na área e um dia irão pegar sua fatia no mercado, assim como a aro 29 fez. Na minha opinião com o passar do tempo talvez ela até venha substituir a aro 26, já que a cada ano a busca pelas rodas 26 tem diminuído bastante.  As bikes  26 que mais vemos no mercado são aquelas simples, para passeios em parques e curtas distâncias.

Não entrarei em detalhes de informações técnicas da geometria do quadro, reach(Alcance), stack (Altura) e etc. Lembrando que essas duas medidas irão afetar diretamente  no seu posicionamento na bike. Até mesmo porque a intenção é mostrar as vantagens e desvantagens desses 3 modelos disponíveis no mercado.

Você deve estar se perguntado, mas que tamanho de quadro devo usar? Que aro deve ter a bike que vou comprar? A resposta é: tudo depende de como vai usar a bike. Por isso meu conselho sempre será – busque sempre uma loja física especializada, ande na bike e faça um Bike Fit.

Bike Fit:  é a adequação da bike ao ciclista, ou seja, o ajuste da posição e da altura do selim, do comprimento e da altura do guidão,dos pedais, entre outras regulagens. Para que o ciclista tenha mais conforto e rendimento no pedal, já que os pontos que nos unem à bike são o selim, o guidão e os pedais. 

bike fit
Imagem Meramente Ilustrativa.

A maioria dos integrantes de grupo de pedal tem as bikes de aro 29 e pedalar nesses grupos com uma bike aro 26, caso não tenha bastante perna, é algo que vai te gerar um certo desconforto e frustração, pois o diâmetro maior das rodas aro 29 fazem com que ela rode mais, principalmente nas retas e nas descidas. Mas nas subidas a aro 26 e as 27,5 por serem mais leves, acabam ganhando uma certa vantagem.

A bike de aro 29, por ter maior diâmetro das rodas passam mais facilmente pelos obstáculos, gerando mais estabilidade, confiança e segurança ao ciclista. Ela é mais estável em terrenos não tão acidentados, já num trecho mais técnico e com trilhas travadas as bikes de aro 26 e 27,5 levam grande vantagem, pois são mais leves e ágeis.

A marca Austríaca KTM, desenvolveu um estudo bacana sobre o ângulo de ataque dos 3 modelos de bike. 

ângulo de ataque da roda 26,27,5 e 29

Pessoas de estatura mais baixa tem buscado as bikes de aro 27,5 por se adaptarem melhor ao tamanho do quadro, das rodas e principalmente pelo peso, já que são um pouco mais leve, e é importante lembrar que quanto maior o tamanho das rodas, mais difícil otimizar a geometria do quadro, principalmente em quadros pequenos.

Um detalhe importante para você observar na hora da compra:   numa bike aro 29, com quadro tamanho 15″, os tubos ficam um tanto quanto exprimidos, concorda? Onde poderá ser colocado suporte e a caramanhola (garrafa)? Já que eles ficam no meio do quadro, principalmente se forem quadros com design feminino, onde o tubo superior é mais baixo, aqui falo isso de bikes  MTB casual e esportivo. Portanto peça para o atendente colocar esses equipamentos na bike para ver se fica confortável ou não para você. A foto abaixo é um exemplo de que aparentemente o suporte de garrafa ficará apertando, dificultando colocar e tirar a caramanhola.

Groove aro 29 feminina
Imagem Meramente Ilustrativa.

As bikes de aro 29 são perfeitas para o uso casual, esportivo e cicloturismo. As bikes de aro 27,5 estão sendo produzidas em sua grande maioria para o All Mountain – modalidade do MTB onde o ciclista tem como objetivo praticar um esporte onde não sofre nas subidas e se diverte um monte nas descidas.Projetada para trilhas técnicas e pedaladas intensas. As bikes são equipadas com suspensão full de 140mm a 180mm e freios extremamente eficientes.

Specialized full suspension

Já o futuro das bikes de aro 26 ainda é incerto, vamos aguardar e ver como o mercado se comporta, há quem não substitua a aro 26 por nada, mesmo já tendo experimentado outros modelos, por isso que a bike é tão pessoal, cada um se adapta a uma, cada um escolhe sua modalidade e estilo.

Alguns fabricantes já viram o potencial que existe nas 27,5 e apostam forte que num futuro não muito distante elas rodaram em peso por todos os países; Alguns fabricantes já produzem os mesmo modelos de bike, porém uma sendo 27,5 e outra 29, ficando a critério do ciclista qual a melhor opção.

Esse mercado tem crescido e evoluído muito nos últimos anos, não sabemos ao certo como estará nos próximos 5 anos, mas com toda certeza será muito melhor. A marca alemã Focus já lançou na Europa a Big Bird aro 36, que é chamada de a engolidora de obstáculos e é um marco na história do MTB mundial. Para nós amantes das bikes a torcida é que o mercado não pare mesmo, pois nós só ganharemos com isso.

Comecei numa bike aro 26, com 24 marchas, com o quadro menor do que deveria ser, pois não fazia ideia do que isso queria dizer, logo depois troquei o quadro, a bike ficou mais confortável e fui pegando gosto pela coisa, até o dia que peguei uma aro 29. Simplesmente sensacional, sou apaixonado pelas aro 29. Já andei na 27,5 também, é uma bike de respostas rápidas, mas confesso que ainda prefiro as rodas gigantes das 29, até mesmo por causa da minha altura.

Aqui nesse post comentamos sobre algumas diferenças, vantagens e desvantagens dos 3 tamanhos de bike disponíveis no mercado, se te ajudou, comente, curta e compartilhe. Siga o Dicas nas redes sociais.

Bom pedal e fiquem com Deus.

 

3 Comentários



  1. O tamanho de pneu deve ser o menor possível que te dê tração e conforto. Não existe essa de mais ou menos inércia, pois a roda maior gira mais lento e isso compensa a energia rotacional na mesma proporção do aumento de inércia rotacional. O que vai mandar é o peso e a localização do peso no aro. Pneu influencia mais (~2/3 da inércia rotacional), depois o aro, que responde por aproximadamente 1/3 da inércia, depois os raios, que respondem por 1/100 da inércia da roda e por fim os cubos que respondem por 1/10000 da inércia da roda. Então para efeitos de aceleração vale o pneu/aro leve não importa o tamanho da roda. Mas não adianta ter chumbo no cubo, a equação de trabalho = massa x deslocamento. Como para mesmos modelos de pneu e aros, as rodas menores são mais leves, tente sempre encontrar o menor pneu que te dê a tração que você precisa. Aros 26 em terrenos arenosos ou subidas com pedras soltas podem faltar tração. Já rodas 29 vão ter mais tração para a mesma medida de pneu, e podem compensar uma suspensão mais simples pelo seu volume de ar maior. Este comentário vem da teoria e prática, de quem tem em casa 2 aros 26, 1 27.5 e 2 29, e vários jogos de roda/pneu pra cada.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *