Dicionário do Dicas.

Aqui no dicionário do Dicas você encontrará semanalmente posts com o significado de peças e acessórios que compõe a bike, é um glossário básico com termos técnicos e algumas dicas.

Vamos conhecer um pouco mais desse maravilhoso mundo das bikes?

Aro – É aquela peça circular responsável pela fixação da câmara e do pneu.  São feitos de alumínio. Existem 2 modelos: o aro comum, cor de alumínio e o aero que normalmente é preto.

aro aero extreme 29
Aro Aero

Os aros comuns vêem nas bikes mais básicas, mais simples.  Dica… caso tenha uma bike simples e pretende carregar bastante peso, como por exemplo,  colocar cadeirinha para seu filho(a), dependendo do peso, vale a pena considerar o uso do aro aero. Eles são reforçados,  tem uma parede dupla, suportando mais peso e pancada.

O de melhor custo x benefício do mercado nacional é o Vzan. O Extreme é um modelo bonito e bem reforçado, custando em média R$50,00 cada. Disponível no mercado para bikes de aro 26, 27,5 e 29.

Alavanca de Câmbio –  é o dispositivo utilizado para fazer a troca das marchas da bike, é um componente que assim como os demais estão em constante evolução.

modelos de alavanca de câmbio
Modelos de Alavanca de Câmbio.

Existem 4 modelos diferentes no mercado.

O Thumbshift – é um modelo bastante ultrapassado, vêem nas bikes mais antigas. Porém algumas bikes mais simples ainda vem com esse sistema de alavanca. Fica fixado na parte superior do guidão e o ciclista precisa girar o polegar para fazer a mudança das marchas. Thumbshift quer dizer desvio do polegar. É um sistema lento, desconfortável e desregula com bastante frequência.

O Gripshift – é aquele modelo que tem um aro anexado à manopla e é semelhante a um acelerador de moto. É funcional e bem conhecido, tem a grande vantagem que em caso de queda da bike dificilmente ele quebra. Existem várias marcas e o que tem melhor custo x benefício é o Shimano, custando em torno de R$80,00 o par.

Rapid Fire – é o modelo mais aceito e mais utilizado nas MTB´s. É bastante rápido e preciso nas trocas. Confortável e confiável pela posição que fica no guidão da bike,  o dedo indicador e o dedão é que efetuam as trocas. O ciclista não tem a necessidade de tirar a mão do guidão.

STI (Shimano) – usados nas bikes speed, o STI é o mais conhecido e usado. A alavanca de câmbio e freio são integradas, dando mais segurança e agilidade ao ciclista que não precisa tirar as mãos do lugar.

Se o post tirou suas dúvidas, se te ajudou então comente, compartilhe com seus amigos.

Bom pedal galera e fiquem com Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *