Medo do trânsito? Direitos e deveres do Ciclista.

Quero pedalar, mas tenho medo do trânsito…

É comum nos depararmos com pessoas querendo pedalar, elas desejam mudar de vida, sair do sedentarismo, mas depois acabam dizendo que tem medo, principalmente do trânsito. Assunto que será tratado no artigo a seguir.

Concordo, isso é perfeitamente normal, mas é um medo que pode ser superado  e confesso que quando comecei pedalar eu também tinha esse medo, e não era pouco.

A bicicleta é uma ferramenta sensacional porque ela tem o poder de quebrar barreiras, quem curte pedalar, também curte ajudar, existe muita parceria. A galera deixa de lado as diferenças e o que importa é pedalar, curtir o momento, os amigos, curtir o lugar, por isso é muito mais fácil do que você imagina perder esse medo.

ajudando pedalar.

Entendo, pode ser que você tenha medo de pedir ajuda para algum conhecido, vergonha ou fica sem jeito, é normal. Acreditem, inclusive já ouvi gente dizendo que não vai pedalar para não atrapalhar o ritmo de quem já pedala a mais tempo, que vai atrapalhar. Por favor não pense nisso.  Então borá começar perder esse medo e deixar que sua vida seja realmente transformada pra melhor?

Se tiver receio de comprar uma bike logo de cara e não gostar, e eu duvido que não goste, peça uma bike emprestada, alugue uma bike, hoje já existem várias lojas especializadas que oferecem esse serviço. Converse com um amigo que tenha mais conhecimento, combine de pedalar em um grupo, te garanto que é uma experiência sensacional.

Entendendo um pouco do Trânsito

Você sabia que é obrigação dos órgãos e entidades executivos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, planejar, projetar, regulamentar e operar o trânsito de veículos e animais, e promover o desenvolvimento e circulação e segurança de ciclistas?  De acordo com o Artigo 21 do Código de Trânsito Brasileiro.

Precisamos compreender que existem leis de trânsito e que devemos cumpri-las. Nosso Código de Trânsito fala sobre os direitos e deveres que nós ciclistas temos. Já que existem poucas ciclovias e ciclofaixas, se quisermos o respeito dos motoristas, precisamos respeitá-los também, porque na maioria das vezes estamos ocupando o espaço deles.

Mas antes vamos deixar claro de quem é a prioridade no trânsito. De acordo com o Artigo 29… O trânsito de veículos nas vias terrestres abertas à circulação obedecerá as seguintes normas:

Respeitadas as normas de circulação e conduta estabelecidas nesse artigo, em ordem decrescente, os veículos de menor porte serão sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados, e juntos, pela incolumidade dos pedestres.

Ou seja, em primeiro lugar o pedestre, em segundo o ciclista e em terceiro lugar o veículo automotor.

Motorista, se você nunca pedalou, entenda porque o Artigo 201 do Código de Trânsito Brasileiro obriga que você mantenha uma distância de 1,5M do ciclista.

Essa é a distância segura entre o carro e a bicicleta, pois se o guidão de uma bike encostar no carro, o ciclista não terá equilíbrio para se manter na bike e o acidente será inevitável.

distância 1,5 carro do ciclista.

Pode ocorrer do carro nem tocar a bike, mas só o fato de passar  próximo, pode assustar o ciclista e ele cair. Buracos, animais e pessoas também podem tirar o ciclista da sua trajetória, por isso é que essa distância é tão importante para que ambos vivam em harmonia no trânsito. Motorista, nós ciclistas também temos nossa família nos aguardando em casa.

Se é a sua primeira vez que vai pedalar ou se já pedalou algumas poucas vezes, a primeira dica que passo é:  Não saia por ai se aventurando no trânsito da cidade, nosso foco aqui é a sua segurança.

Ande algumas vezes num bairro tranqüilo ou em algum parque, até se familiarizar com a bike, com o fluxo dos carros, das pessoas e de outras bikes. Ou como já foi comentado acima, procure um grupo onde pessoas com mais experiência possam te ajudar.

Toda vez que formos pedalar, devemos pensar sempre no seguinte –  O Código de Trânsito Brasileiro diz que  a Bike é considerada um veículo de propulsão humana, mas é um veículo, então devemos nos portar como tais, dando sempre o exemplo para os carros, ônibus, caminhões e motos.

Gesticule, indique com os seus braços o que você irá fazer para que o motorista que está atrás possa entender o que pretende fazer. E de acordo com o Artigo 192, é infração grave carro andar colado nas bikes.

Por exemplo, indique com o braço direito que vai virar à direita, pode ter certeza que será muito mais respeitado, pois quem vem atrás saberá exatamente qual o caminho que vai tomar.

dando sinal com a mão para virar.

E andar na contramão? Nunca.

Talvez essa seja a coisa mais comum de se ouvir. Ah eu ando na contramão para o carro poder me ver, isso é balela galera. 

Quando estiver pedalando por lugares onde não tem ciclovias ou ciclo faixa, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro devemos pedalar na rua e sempre no mesmo sentido do fluxo dos carros. Art. 58. É o ideal, é o mais sensato e correto a se fazer.

pedalando na contra mão

 

Vamos imaginar algumas situações:

Quem está dirigindo, jamais imagina que alguém vem na mão oposta a dele. O motorista estaciona o carro do lado direito de uma rua de mão única. Quando sai, automaticamente ele olha pelo retrovisor para ver se vem algum carro, não vindo, engata-se a primeira e sai, daí quando menos se espera vem uma bike na contra mão e o ciclista é atropelado. A culpa é do motorista? Jamais. E um tombo qualquer de bike deixa cicatrizes, vale a pena ficar atento.

Galera, 95% dos acidentes envolvendo ciclistas, infelizmente acontecem em cruzamentos, justamente por estarem na contramão. São dados alarmantes e podemos ficar fora dessa estatística.

contramão em cruzamento é perigoso

Agora vamos Imaginar um caminhão baú grande estacionado na rua. A pessoa que vai descarregar o caminhão, vai até a porta traseira, olha pra trás pra ver se realmente pode abrir a porta, não vendo nenhum carro ele abre. Quando que essa pessoa vai imaginar que uma bike vem na contra mão? Nunca. O processo de abertura da porta invade uma parte da pista, acredito que da um ângulo de quase 180 graus de abertura, e a porta repentinamente acerta o ciclista.

O ciclista vai se machucar, vai estragar o seu dia, o dia do caminhoneiro e de tantas outras pessoas. Infelizmente por ter tomado a decisão errada de estar na contramão.

É uma questão de segundos, infelizmente não da tempo de evitar, não faça dessas decisões erradas que tanto ouvimos, um motivo para você desanimar de pedalar, faça do trajeto para o seu trabalho, para sua casa, do seu lazer, da sua atividade física, algo prazeroso e que possa ser feito com freqüência. É simples, faça o certo.

Uma outra coisa que vemos com muita freqüência e é errado, é bike andando na calçada. Não pode, é errado.  A não ser que se tenha uma autorização especial da autoridade de trânsito e sinalização adequada na calçada, de acordo com o Artigo 59 do Código de Trânsito.

bicicleta na calçada é proibido

Calçada é lugar de pedestre, crianças, mulheres, idosos, deficientes visuais. Eles que utilizam as calçadas, esse espaço pertence a eles. E nunca se esqueça, ciclista também pode ser multado, é lei. Leia +  Multa para Ciclista.

De acordo com o Art.68. do Código de Trânsito Brasileiro, para utilizarmos a calçada e atravessar a faixa de pedestre, devemos estar desmontados da bike, ou seja, empurrando, dessa forma podemos ser equiparados ao pedestre em direitos e deveres.

Tem uma pesquisa que não foi feita recentemente, mas com certeza é bem atual para os nossos dias. Você sabia que, de acordo com estudos científicos sobre colisões, ciclistas que pedalam na mão correta tem cerca de 5 vezes menos chance de se envolverem em algum acidente? (J. Forester; Effective Cycling. Cambridge, MA, MIT Press, 1993).

Então galera vamos ficar atentos às nossas atitudes no trânsito, isso é uma coisa bastante séria e que pode salvar vidas. Pedale seguro. Ciclista

Lembrando que, no post acima não foram citados todos os artigos do Código de Trânsito Brasileiro que regem os direitos e deveres dos ciclistas.

Por menor que seja o trajeto a pedalar nunca se esqueça de usar os acessórios de segurança. Leia +  CapaceteÓculos e Iluminação.

Se de alguma forma o artigo acima te ajudou, tirou suas dúvidas, então curta, comente e não deixe de compartilhar com seus amigos.

Bom pedal e fiquem com Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *