Pedalar e Resiliência, o que Posso Aprender? Veja…

Pedalar e Resiliência, o que Posso Aprender?

O que uma coisa tem haver com a outra? O que é Resiliência? Como saberei se sou um ciclista resiliente? Primeiramente vamos entender qual é o real significado da palavra, depois vou comentar aqui no post algumas coisas que farão você pensar se é ou não um ciclista flexível. E o mais importante, tire lições do ciclismo e leve para sua vida pessoal e profissional, vale muito a pena.

Lembrando que esse artigo é destinado para ciclistas iniciantes…

O que é Resiliência?

O que a física diz – ” propriedade que alguns corpos apresentam de retornar a forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica”.

A psicologia diz – ” capacidade do indivíduo lidar com problemas, adaptar-se as mudanças, superar obstáculos ou resistir a pressão de situações adversas”.

 Fonte: Wikipedia.

Quando comecei pedalar, há uns 6 anos atrás, eu via um monte de ciclista passando por mim. Uns mais rápidos, outros mais devagar, mas eles sempre passavam, principalmente quando pedalava em grupo grande.

ciclista de speed em grupo
Imagem Meramente Ilustrativa

Em determinados momentos isso me causava uma certa frustração. Eu não me achava competente para a atividade e que atrapalharia o ritmo dos outros. Crenças! Mas eu achava.

Se você deseja se desenvolver como ciclista, ser mais forte, ter mais saúde, resistência e flexibilidade,  leia com atenção as dicas a seguir. Nossa forma de ver o mundo e se adaptar as mudanças influenciam bastante no nosso corpo. Por isso você precisa manter suas emoções e pensamentos em equilíbrio.

Nossas Limitações

Todos nós temos nossas limitações, nossas falhas e muitas vezes nos vemos diante de nós mesmos, sem máscaras, precisamos ver a verdade nua e crua, ver a realidade dos fatos, não a ficção. Saber quem sou eu!

Um simples pedal em grupo ou sozinho, seja ele curto ou longo, traz junto diversos desafios. Em determinado momento o pneu fura, o câmbio estraga, a corrente arrebenta, o trânsito é muito intenso ou Deus o livre até mesmo um roubo.

Enfim, são vários fatores que podem te desafiar a continuar pedalando, ou simplesmente se entregar e desistir. Consertar a bike e continuar, comprar outra bike porque aquela foi roubada ou até se recuperar de lesão. Essas decisões são suas, depende exclusivamente de você.

ciclista de speed caindo
Isso Causa Lesão.

Qual é o seu poder de recuperação diante das adversidades no pedal? Qual sua capacidade de se superar? Infelizmente não dá pra negar, o meio que vivemos está sempre nos dizendo que precisamos ter a bike mais top, o melhor capacete e que precisamos ser os melhores ciclistas. Inconscientemente isso vira pressão e se deixarmos atrapalha, principalmente de viver bons momentos.

Quase tudo o que acontece no seu dia-a-dia mexe com seu emocional. As vezes consegue-se levantar, sacudir a poeira e continuar pedalando. Porém, ocasionalmente você se paralisa e fica repensando o que aconteceu.

O que aconteceu, seja lá o que for dos desafios citados acima, fica pra trás, te ensina que não se deve cometer o mesmo erro. Você simplesmente honra o passado e segue pedalando, mesmo com os novos desafios que virão . Mas isso não precisa ser assim.

Sabe Quando Você é Resiliente?

Quando você encara a realidade, consegue percorrer aquele trecho difícil e continua girando. Claro que dentro das suas limitações, não force seu físico. É quando se faz tudo isso e se mantém seu equilíbrio emocional.

ciclista resiliente, focado
Ciclista Resiliente.

Você não pode mudar o que aconteceu, mas ser resiliente tem haver em como você se posiciona quando algo ocorre, ou seja, como vai reagir diante dos desafios do pedal. É literalmente transformar as adversidades em aprendizados.

OBS: ser resiliente não é estar imune aos desafios, até mesmo as pessoas mais resilientes tem seus contratempo, a diferença é que eles focam na solução.

7 Dicas para Você ser mais Resiliente.

  1. Desenvolva sua capacidade de adaptação às mudanças – se por acaso mudarem o trajeto que achou que faria, relaxe e curta, vai dar tudo certo;
  2. Seja mais flexível – nem tudo acontece da maneira que você imagina;
  3. Mantenha-se sereno, tenha autocontrole;
  4. Seja mais otimista – não sai pra pedalar pensando, não consigo, é difícil pra mim;
  5. Use esses acontecimentos para se fortalecer;
  6. Exercite a sua paciência e;
  7. Simplesmente, aceite as mudanças.

Até mesmo quem já pedala há anos, passa por algum tipo de desafio, uns mais sossegados outros não. A diferença é que eles se posicionam de uma maneira diferente e continuam pedalando.

Faz sentido pra você? Então compartilhe.

Bom pedal e fique com Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *