Por que Comecei Pedalar? Minha História com as Bikes.

As Bikes e eu, Por que comecei pedalar?

Olá, sou o Rodrigo Ariano Bonas e sou casado com a Andréia Rubim desde 2014. Formado em Relações Públicas, Coach (Life/Group/Leader), Associado ABRAPCOACHING e Analista Comportamental e um apaixonado pelas bikes. Por que comecei pedalar?

Normalmente as melhores coisas da nossa vida acontecem de forma inesperada. E foi exatamente assim que cai de paraquedas no mundo das bikes.

Ainda bem que isso aconteceu, pois esse simples “meio de transporte” transformou minha vida completamente. As coisas não acontecem por acaso, tudo tem um propósito.

E começou por causa de um trabalho temporário, veja…

Trabalho Temporário…

Eu estava desempregado e um amigo (Junior), estava com um funcionário acidentado e precisava de ajuda para trabalhar no e-commerce da loja dele, claro uma loja de bicicleta.

Era um trabalho temporário, mas como não entrava grana e estava parado aceitei na hora. Eu estava com excesso de peso e deprimido por causa de uma série de frustrações e a falência de uma empresa que eu tinha.

Nesse mesmo período comecei a fazer dieta (com nutricionista) e correr, porém não por muito tempo, o excesso de peso (hoje 13kg menos) e a falta de atividade física me rendeu uma tendinite nos 2 joelhos. Fui ao médico e ele me pediu para não correr, que eu deveria fazer uma atividade de baixo impacto. Perguntei se poderia pedalar e a graças a Deus a resposta dele foi positiva.

eu antes de pedalar mais gordo
Eu com os 13 Kg a Mais.

No mesmo dia um amigo (Renato) veio na loja todo empolgado para comprar uma bike, mas disse que só começaria pedalar se eu comprasse uma também. Não hesitei nem um minuto e embarquei (2013) nessa jornada maravilhosa que dura até hoje.

O Renato participou de uns 2 passeios ciclísticos e eu estou nessa até hoje graças a Deus.

Minhas Pesquisas

Como eu tinha que entender do assunto para atender os clientes, além de pedalar eu pesquisa muito sobre como funciona esse mundo, comecei a pesquisar sobre o que tinha, como funcionava e qual utilidade das bikes e acessórios. Me apaixonava cada vez mais pelo assunto.

Comecei a me envolver em alguns grupos, conheci muita gente, fiz amizades verdadeiras e que duram até hoje. Mas o melhor de tudo ainda estava por vir.

Numa bela noite, pedalando num grupo, uma conhecida que pedalava junto pediu se eu alugava uma bike para a irmã dela que estava vindo passar o feriado. Imagine você, eu aluguei a bike para minha atual esposa, e olha que eu não acreditava em amor a primeira vista. E como surgiu a ideia do Dicas de Pedal?

eu e meu amorzão na itaipu
Companheira de Todas as Horas.

Inicio do Blog Dicas de Pedal

O trabalho temporário de 6 meses virou 1 ano e meio e depois sai dessa loja e fui para a matriz da mesmo empresa onde fiquei mais 2 anos. Foi nessa matriz que meu grande amigo Rogério Lins apareceu e me instigou a escrever sobre o que eu sabia.

Escrever pra quem se não participo de provas de ciclismo e não sou profissional? Foi quando veio a ideia de escrever para ciclistas iniciantes e intermediários, que é a minha vibe.

Atualmente sou coach, editor do Blog Dicas de Pedal e editor de conteúdo do Instituto Despertando Talentos.

Minha missão de vida? Desenvolver e despertar a força colossal existente dentro de você.

Portanto, além dos artigos voltados para o ciclismo num geral, também usarei a bike que é a minha paixão, como ferramenta para te ajudar a se desenvolver como pessoa.

Bom pedal e fique com Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *