Por que pedalar de sapatilha? Bora descobrir…

Você já ouviu falar sobre pedal de encaixe e sapatilha? Sabe quais benefícios eles trazem para o ciclista? Sabia que existem modelos de pedais e sapatilhas específicos para cada modalidade?

Você sabia que o uso de sapatilhas previne lesões? Não? Descubra nesse artigo quando investir, seus benefícios e quais as categorias que elas se dividem.

Um pouco da história…

O pedal de encaixe foi desenvolvido em meados dos anos 80 pela empresa francesa Look (fabricante de esquis, snowboard e bikes).

Foi por causa dos esquis que eles desenvolveram e popularizaram os pedais de encaixe para as bikes, pois os esquiadores já usavam seus pés presos nos esquis.

Enquanto pedais tradicionais, chamados plataformas podem ser usados com qualquer tipo de calçado, os pedais de encaixe necessitam obrigatoriamente de um calçado especializado, chamado sapatilha.

sapatilha de speed
Sapatilha de Speed. Imagem ilustrativa

Logo depois entra em cena a perfeccionista Shimano e desenvolve o SPD ( Shimano Pedaling Dynamics), um sistema aprimorado do conjunto pedal, sapatilha e taquinho, que são aquelas peças fixadas no solado da sapatilha e que se encaixam no pedal.

O sistema é tão perfeito que é uma das maiores referências no ciclismo mundial.

Hoje a Shimano coloca a nossa disposição e com preços mais acessíveis os mesmos componentes que são desenvolvidos para ciclistas de alta performance, tanto MTB quanto Speed, por isso a popularização desses acessórios.

Bom, existem várias curiosidades sobre a história da evolução dos pedais, mas nosso foco aqui é falar sobre os benefícios que você tem ao usá-los.

 Primeiro: Quando devo investir em sapatilhas e pedais de encaixe?

Na minha opinião num primeiro contato com a bike o iniciante não deve se preocupar com esses acessórios. Primeiramente invista em equipamentos de segurança tais como capacete, iluminação, luva, óculos e etc.

Não pelos valores, mas é preciso ter um certo tempo de pedalada, porque envolve um pouco mais de técnica e intimidade com a bike. Você tem que estar preparado para desencaixar a sapatilha ao parar num semáforo ou caso haja a necessidade de desclipar repentinamente.

Infelizmente você pode levar o famoso “tombo parado”, lembre-se que sua segurança está sempre primeiro lugar.

tombo clipado
Tombo parado. Veja que a sapatilha ainda está clipada no pedal.
Assim que decidir investir nos acessórios, faça o seguinte…

Instale os pedais, fixe os tacos nas sapatilhas, calce a sapatilha. Coloque o pedal numa posição mais alta, com os joelhos semi flexionados, na posição onde você impulsiona para sair com a bike.

Force a ponta do pé para baixo e pressione o taquinho da sapatilha contra o pedal, conforme você o força ele vai encaixar, você vai perceber o som do clique. O procedimento para desencaixar é ainda mais simples.

Encoste a bike na parede e fique encaixando e desencaixando as sapatilhas dos pedais durante uns 15 min.

Repita isso umas 2x e depois pedale por um lugar bem tranquilo, um estacionamento ou pelas ruas de um bairro sem muito movimento. Enquanto está na fase de adaptação desencaixe os dois pés do pedal quando for parar.

Você precisa treinar e acostumar seu cérebro que agora você e sua bike são um só (veja o vídeo abaixo).

Uma coisa que você deve estar ligado é que hoje a maioria dos pedais tem um parafuso para regular a pressão de encaixe e desencaixe. Quanto mais apertado o parafuso mais difícil será para clipar e principalmente desclipar.

O ideal é deixa-lo com pouca pressão, ou seja, não aperte muito o parafuso para facilitar o encaixe e o desencaixe. Com o tempo você vai sentir a necessidade de apertar mais ou não.

regulagem da sapatilha
Regulagem da pressão de encaixe da sapatilha.

Dica importante: com o tempo você vai perceber que a sapatilha fica com um pouco de folga quando encaixada no pedal, mesmo com o parafuso de regulagem apertado.

Veja se já não é hora de trocar os tacos da sua sapatilha, pois eles se desgastam com o tempo, isso é normal, afinal caminhamos com a sapatilha por diversos tipos de pisos. Taquinhos novos custam em torno de R$60,00 o par (taquinho de MTB).

taquinho sapatilha
Taquinho Sapatilha
E quais os reais benefícios que terei ao pedalar de sapatilha?

Desempenho – em determinados pontos da sua pedalada a sapatilha potencializa o seu desempenho, você tem ganho na sua performance. Costumamos dizer que a pedalada fica mais redonda, aproveitando melhor todos os estágios do giro do pedivela.

O grande benefício é que por ter solado rígido, elas auxiliam na transferência de energia das suas pernas para os pedais.

O solado dos tênis normais são moles e ele se dobram durante o movimento feito nos pedais. Esse movimento repetitivo faz com que você desperdice boa parte da sua força.

Estabilidade – proporciona maior firmeza nas pedaladas e evita desperdício de força, uma vez que seu pé está preso ao pedal pelo taquinho.

Posicionamento – mantém os pés e os joelhos na posição correta. (se bem ajustado). Evitando com o tempo lesões nos joelhos, articulações e músculos.

O posicionamento correto também gera mais conforto e você consegue pedalar algumas horas a mais, já que suas articulações não irão doer.

O taquinho na posição correta também evitará dormência na ponta dos pés. Mas o ideal é fazer Bike Fit para ajustar a sua bike e a sapatilha. Milímetros a mais ou a menos fazem muita diferença no seu conforto e na sua performance.

Segurança – o pedal de encaixe evita aquelas escorregadas indesejadas. Você sentirá mais firmeza e confiança ao pedalar. Você dominará melhor a bike. Não tente empinar ou fazer manobras radicais.

Tipos de Sapatilhas e Pedais de Encaixe.

Ciclistas, existem vários tipos de sapatilhas e elas variam de acordo com a modalidade que você escolher, tem para todos gostos e bolsos.

Modalidade Speed – Road Bike

As sapatilhas para as Bikes Speed ou Ciclismo de Estrada tem o solado super rígido e o taquinho fica fixado por 3 pontos de apoio. Tem como objetivo aumentar o rendimento do ciclista no asfalto, seja em sprints (grande arranque para atingir alta velocidade por um curto período de tempo) ou pedaladas longas.

sapatilha taco e pedal speed
Sapatilha, Taco e Pedal para modalidade Speed.

São bem mais leves que as de MTB, já que nessa modalidade quanto menos peso melhor. São produzidas apenas para pedalar, o taquinho fica bem alto e totalmente exposto no solado. Caso o ciclista tenha a necessidade de caminhar ou empurrar a bike, o taquinho pegará diretamente no piso e o caminhar é super desconfortável.

Normalmente tem o cabedal (parte superior do calçado, acima do solado) leve e com sistema de fechamento rápido, tipo velcro ou feixes de engate. Pra você que está iniciando no ciclismo de estrada, hoje existem boas sapatilhas à partir de R$ 250,00.

Modalidade – MTB – Competitivo.

Essa é com certeza a modalidade do ciclismo que mais cresce em todo mundo. Tem uma galera que começa pedalar em grupo rodando alguns km, até o dia que resolve participar de uma pequena prova e logo pega gosto pelo negócio.

Se você é esse ciclista, com certeza terá que investir um pouco mais na sua sapatilha. Veja porque.

sapatilha mtb profissional
Sapatilha MTB com solado de carbono

Elas também tem o solado bastante rígido e leve, tem poucos pontos de borracha antiderrapante na sola e bastante ranhura, já que em determinados pontos o ciclista precisará pisar em lama, pedras, galhos e etc.

O modelo de solado protege o taquinho (são fixados por 2 pontos), tem o cabedal muito leve e bem arejado. Tem sistema de fechamento em velcro ou feixe rápido.

Recomenda-se usar esse tipo de sapatilha em treinamentos físicos, visando aumentar seu desempenho. Mais utilizada em trilhas técnicas e estradas de terra. Uma sapatilha para essa modalidade vai custar à partir de R$ 700,00.

Modalidade – MTB – Esportivo.

O solado não é tão rígido quanto o modelo citado acima, ele já apresenta alguma flexibilidade, proporcionando mais leveza e liberdade ao caminhar, inclusive se você quer ir até uma cachoeira onde não se tem acesso com a bike, a caminhada não será tão desconfortável.

Sapatilha, Taquinho e Pedal MTB Esportivo

O cabedal é mais resistente e pesado, o que ajuda a proteger os pés em caso de impacto com pedras e galhos. Geralmente o sistema de fechamento é em velcro ou cadarço. É recomendado o uso em MTB esportivo, recreativo, cicloturismo.

Apesar de serem robustas elas tem boa durabilidade, são confortáveis mesmo quando novas. Tem a desvantagem de demorar pra secar quando lavada e como o solado é mais flexível você perdera um pouco da energia transferida para os pedais.

Modalidade – Recreativo ou Casual.

São praticamente tênis esportivos com taquinho fixado na sola para pedais de encaixe. Tem uma gama enorme de modelos e apresentam o solado bastante flexível.

Seu uso é recomendado para o ciclismo urbano e pedais mais lights, onde não se tem compromisso com rendimento e performance.

Oferece muito conforto, são excelentes para quem usa a bike como meio de transporte, como são confortáveis você não precisará levar sapato extra na mochila. Dá para passar o dia com ela, combina com calça e bermuda.

Sapatilha Urbana ou Recreativa

Elas não são muito resistentes e não protegem os pés de impactos, mas funcionam muito bem no dia a dia. Como a procura por essas sapatilhas tem crescido, esse modelo em específico não é muito barata, geralmente custam à partir de R$ 350,00.

Dica: como esse modelo de sapatilha pode ser usada sem o taquinho, igual a um tênis convencional, para instalação do taquinho é necessário retirar a tira de borracha que vem parafusado no solado.

local de encaixe do taquinho na sapatilha
Se for o usar o taquinho, retire essa tira de borracha.

Dica Importante: marcas consagradas no mercado como a Shimano, não utilizam a mesma numeração de calçado que o Brasil, por isso se é a primeira sapatilha que irá comprar eu indico procurar uma loja especializada e experimentar. Por exemplo, se calça 40 terá que comprar uma sapatilha 42.

A Shimano também produz papetes que podem ser usadas com taquinho para clipar no pedal, porém eu não indico esses modelos para ninguém, pois seus dedos e parte dos pés ficam expostos.

Não acho seguro, mesmo para bikes confortáveis utilizadas a beira mar. Segurança é segurança.

Eu particularmente não curto e não uso esses modelos, mas se você tem dúvida em investir nos pedais de clipe e sapatilhas, porque as vezes quer pedalar de tênis, pois é num trajeto curto ou só irá passear com filho(a), esposa(o), fique sossegado porque a Shimano já resolveu o seu problema.

Existem duas soluções para isso. Uma é a plataforma que é encaixada no pedal e que de um lado você usa a sapatilha e do outro lado poderá usar um tênis convencional.

Eu já tentei encaixar essas plataformas da Shimano num pedal da Wellgo por exemplo e não deu certo. Portanto acredito que só sirva para a própria Shimano.

pedal de encaixe com platadorma
Pedal de encaixe com plataforma integrada. Essa plataforma pode ser retirada.

E outra solução que a Shimano deu, é o modelo de pedal Shimano PD M-530, que ele já vem com uma plataforma integrada e que também serve para proteger o mecanismo de encaixe contra impactos. Seu modo de fixação aberta facilita dissipação da lama.

pedal com plataforma integrada
Pedal com plataforma integrda

 

Conclusão: A parte mais interessante do uso de pedais de encaixe e sapatilha é que é um caminho sem volta. A partir do momento que você começar usar, raramente volta a pedalar com os pés soltos sobre pedais de plataforma. Mas não se esqueça que existe uma fase de adaptação.

Se tem dúvidas pergunte, se esclareceu suas dúvidas comente e compartilhe com seus amigos.

Fique com Deus e bom pedal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *