Programa Shimano Selo Prata e Selo Ouro. Borá ver a diferença?

Já notou que algumas bikes que são montadas no Brasil vem com um Selo da Shimano colado no Seat Tube (tubo do canote selim)?  Você tem ideia do significado desse Selo?

Focada em inovação e na qualidade dos seus produtos, no ano de 2006 a Shimano lançou, a princípio na Europa, o Programa de Confiança Shimano. Atualmente o Programa abrange de forma expressiva diversos países.

O Programa tem como objetivo principal, identificar bikes equipadas com sistema de transmissão Full Shimano e bikes com transmissão mesclada, facilitando assim a escolha do ciclista.

Lembrando que o sistema Full garantirá a você um funcionamento mais preciso, seguro e eficiente nas trocas de marcha.  Saiba  Qual kit de câmbio ideal para minha bike? Invista o certo.

As marcas que participam do Programa, montam suas bikes e de acordo com a configuração da transmissão ela recebe um Selo.

Selo Prata

Nessa categoria é necessário pelo menos 5 itens Shimano: Câmbio dianteiro, Câmbio traseiro, Trocadores de marcha, Cassete e Corrente. A Sense Fun, por exemplo, tem os componentes mesclados. Por exemplo: o câmbio dianteiro é do modelo TY 700, o câmbio traseiro é Altus RD-M310 e assim por diante.

selo prata shimano
Selo Prata Shimano. Imagem Meramente Ilustrativa
Selo Ouro

Nessa categoria é necessário pelo menos 6 itens Shimano: Câmbio dianteiro, Câmbio traseiro, Trocadores de marcha, Pedivela, Cassete e Corrente. A bike Sense Impact Pro, por exemplo, com exceção da corrente (KMC), tem os outros itens citados acima, e mais o freio hidráulico e o movimento central da linha Shimano Alívio.

selo ouro shimano
Selo Ouro Shimano. Imagem Meramente Ilustrativa
Fabricantes do Brasil que participam do Programa

Atualmente fazem parte do Programa as marcas: Audax, Caloi, Sense, Soul, Oggi, Groove e Tito Bikes.

Agora que você já conhece a parceria entre a Shimano e as marcas nacionais que participam do Programa, ficará mais fácil escolher sua bike. Visando sempre, maior qualidade e mais precisão na troca das marchas.

Se o post tirou suas dúvidas e te ajudou a entender um pouco mais do mundo das bikes, comente e compartilhe com seus amigos.

Bom pedal e fique com Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *